Artigos

Lidando com o ciúme: A associação entre aspectos negativos do ciúme e problemas com um uso de álcool  Artigos sobre drogas e alcool - Site Antidrogas


A literatura científica já identificou anteriormente a relação entre problemas de relacionamentos e o consumo do álcool, assim como a relação entre problemas com álcool e o ciúme em casamentos e namoros.

O ciúme é definido de forma geral como uma reação emocional a uma ameaça ao relacionamento, envolvendo comumente um triângulo amoroso real ou imaginário. Por um lado pode indicar elementos positivos, comportamentos protetores ao relacionamento (ex: pode significar um sinal de preocupação do parceiro, um sinal de comprometimento), mas também pode promover ações muito negativas para a relação (ex: comportamentos persecutórios, maus-tratos e brigas).

O presente estudo apresenta 6 conhecidas dimensões do ciúme e apresenta as 3 a seguir como negativas, ou seja, o lado pior do ciúme, e foram avaliadas quanto a sua relação com problemas com álcool e com o beber para lidar:


1. Desconfiança de que o parceiro possa estar interessado em outra pessoa;

2. Inveja ou auto-depreciação, faz alusão ao sentimento de vazio ao ver outro relacionamento bem sucedido;

3. Sentimento malicioso (competição, vingança, rancor, amargura) decorrente da percepção de uma potencial ameaça ao relacionamento.


Evidências científicas mostram que o uso de álcool comumente é usado como uma ferramenta para lidar com situações estressoras. No entanto, até o momento não há evidências sobre tal uso do álcool feito como escape para lidar com o ciúme, especificamente.

Desta forma, o estudo em questão teve como objetivo examinar a associação entre aspectos positivos e negativos do ciúme e o beber, e ainda avaliar se o beber como escape, ou seja, para lidar com os problemas, atua como mediador entre o ciúme e problemas com álcool.

Para tal, 657 calouros de uma faculdade norte-americana, com idade média de 20 anos, foram submetidos a uma triagem, uma avaliação preliminar e quatro pesquisas de 50 minutos, em intervalos de seis meses. Foram utilizados questionários específicos para cada item analisado (ciúme, consumo de álcool, beber como forma de lidar com problemas de relacionamentos).

De maneira geral, os resultados mostram que os aspectos negativos do ciúme estão positivamente associados ao beber como escape e aos problemas relacionados ao álcool. Ainda, os dados mostram uma relação funcional entre os aspectos negativos do ciúme e os problemas relacionados ao álcool. Por exemplo, indivíduos que sofrem com sentimentos de raiva, vingança ou a desconfiança são mais propensos a corresponder com níveis elevados de sentimentos negativos, o que pode motivá-los a beberem e engajarem-se em problemas relacionados ao álcool.

Em contrapartida, os aspectos positivos do ciúme, que podem promover resultados saudáveis ao relacionamento, não parecem ter relação com o beber como escape nem com comportamentos negativos do beber.

Em suma, conclui-se que quanto mais negativos os aspectos do ciúme, maior é a relação com o uso álcool como escape com o engajamento em problemas relacionados.
Fonte:CISA - Centro de Informações Sobre Saúde e Álcool







Publicidade








Apoio

Mauricar
Dando mais saúde à vida de seu veículo



Copiadora Campos
Art & Design

Toldos Campos
Toldos - Paineis - Adesivos