Artigos

Fuja da ressaca: 9 dicas para driblar o mal estar após exagerar no álcool  Artigos sobre drogas e alcool - Site Antidrogas



Foto: Reprodução
Para evitar a ressaca evite misturar bebidas, não beba com o estômago vazio e nem esqueça de intercalar a bebida alcoólica com copos de água
Lívia Oliveira* (livia.oliveira@redebahia.com.br)

A universitária Alana Coutinho não abre mão de curtir uma balada com os amigos com direito a alguns drinks e admite que na hora da diversão já exagerou no álcool. O resultado dos excessos ela só sente no dia seguinte, que vai de dores de cabeça intensa até enjoo: a "famosa" ressaca.

"Quando você está em uma festa ou a um show e aproveita com os amigos é normal experimentar drinks variados, isso ajuda a intensificar a sensação agradável que as bebidas alcoólicas proporcionam", contou Alana.

Para esclarecer este assunto, o iBahia conversou com médico clínico Gustavo Machado e ele garantiu que para se preservar dos sintomas da ressaca existem algumas orientações. "Evite misturar bebidas diferentes e utilizar o álcool com outras bebidas estimulantes, não beba com o estômago vazio e não esqueça de intercalar a bebida alcoólica com copos de água. Procure não beber se estiver utilizando medicamentos e nada de fumar durante ou após o consumo de bebida", explicou.

Mas, e se não deu tempo de fazer nada disso? Os especialistas indicam 09 atitudes que fazem o mal estar passar mais rápido. Confira:

1 - Faça a ingestão de bastante líquido, pois a água ajuda o corpo a metabolizar de maneira mais efetiva os produtos tóxicos do etanol, o que reduz a possibilidade de agressão direta ao estômago e ao fígado.

2 - Se alimente bem, opte por refeições saudáveis ricas em vitaminas, proteínas e cálcio, pois isso também contribui na "desintoxicação" do organismo.

3 - Tenha um espaço no dia para dormir, em média entre 6 a 8 horas. É muito importante estar atento e tentar ao máximo preservar a quantidade e qualidade do sono.

4 - Utilizar "sintomáticos", medicamentos que aliviam sintomas (como dor abdominal, dor de cabeça, diarreia e vômitos) quando necessário. Se a pessoa que se sentir segura pode utilizar analgésicos e anti-eméticos que já sejam do seu uso habitual. Mas isso só deve ser feito com cuidado e previamente orientado por um especialista, porém, caso os sintomas persistam ou se agravem, a pessoa deve procurar atendimento médico.

5 - Ingerir café regularmente traz benefícios a saúde. Diversos estudos científicos associam café com aumento de sobrevida e melhora de função hepática em pacientes que fazem o uso regular da bebida. O principal benefício do café não se deve apenas à cafeína, mas também à sua concentração de agentes antioxidantes encontrados em outras bebidas e alimentos, como vinho ou cacau.

6 - Esqueça isso de curar ressaca com outra. Ingerir novamente álcool só vai sobrecarregar ainda mais o fígado e os rins. Esse hábito pode até parecer que ajuda, mas isso é causado pelo efeito psicoestimulante do álcool.

7 - Em caso de diarreia, opte por alimentos que ajudem a regularizar o intestino. Como por exemplo, maçã e banana sem casca.

8 - Tome um banho gelado. A água fria ajuda a ativar a circulação sanguínea e a aumentar a pressão arterial, que pode ficar baixa pelo excesso de álcool no organismo.

9 - Tente controlar a euforia que o álcool provoca, para não negligenciar com os cuidados essenciais para o corpo. Pessoas que consumiram muito álcool estão mais propensas a outros riscos como quedas, exposição solar em excesso, desnutrição ou perda do sono. Procure sempre estar cercado de pessoas de confiança e amigos, que estejam atentos uns aos outros para aproveitar bem a parte boa da socialização.
*Sob supervisão da repórter Isadora Sodré
Fonte: Ibahia.com







Publicidade








Apoio



Mauricar
Dando mais saúde à vida de seu veículo



Copiadora Campos
Art & Design

Toldos Campos
Toldos - Paineis - Adesivos