Notícias

Dicas para lidar com parente usuário de droga  Notícias sobre drogas e alcool - Site Antidrogas


O primeiro passo para quem detecta o uso de droga na família é o diálogo. De acordo com a diretora do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Atenção ao Uso de Drogas (Nepad-Uerj), Maria Thereza Aquino, a conversa deve ser "civilizada", sem discussões. "Brigar não adianta. Eles ficam revoltados e acabam se drogando para punir os pais. É preciso que os parentes fiquem junto dos dependentes o máximo possível, para que eles sintam que as pessoas se importam", disse a psiquiatra, acrescentando que isso é chamado de "rede familiar de proteção".

Outro fator importante, segundo ela, caso a conversa não seja suficiente, é que os pais procurem locais especializados (veja tabela ao lado) em tratamento e estimulem os filhos a praticar atividades como esportes e arte.

De acordo com a psiquiatra, a cocaína permite que o indivíduo faça aquilo que desejava, mas que até então se sentia proibido, como cometer um crime, por exemplo. No caso de Daniel, ela acredita que ele já tivesse índole perversa, mascarada pelo fato de não ter assimilado valores éticos e morais. "O rapaz sabia o que estava fazendo e por que estava fazendo. É um quadro típico de psicopatia", afirmou Maria Thereza.

A diretora do Nepad explicou ainda que o que propiciou a atitude de Daniel foi a junção de três fatores: a índole perversa, o uso continuado da droga e o desespero de satisfazer sua vontade (consumir cocaína). Para ela, o jovem já deve ter dado sinais desse problema. "O psicopata é aquele que, ainda criança, é capaz de fazer maldades com crianças e animais, além de despertar sempre medo e terror entre os colegas", diz.
Fonte: O DIA







Publicidade








Apoio

Copiadora Campos
Art & Design

Toldos Campos
Toldos - Paineis - Adesivos





Mauricar
Dando mais saúde à vida de seu veículo