Uma Pergunta, Uma Resposta

Quanto tempo as drogas permanecem no organismo e podem ser percebidas nos exames?


Os efeitos do consumo de uma droga, variam de intensidade de acordo com o tipo de substância, a quantidade ingerida e as características do usuário.

Em geral os efeitos agudos de cada droga podem durar alguns minutos (como os dos inalantes e da cocaína), cerca de uma hora ou mais (como os da maconha) ou algumas horas (como os do álcool). Isto não significa, no entanto, que estas drogas não permaneçam por mais tempo no organismo, especialmente quando o consumo for freqüente. E neste caso, os efeitos tóxicos em diferentes partes do corpo, podem aparecer em prazo maior e causar complicações mais graves para a saúde.

Embora a maioria dos danos possa ser diminuída ou eliminada com a suspensão do uso da droga, existem alguns que são irreversíveis, como o câncer (especialmente de pulmão), no caso de fumantes ou a cirrose hepática no caso dos alcoolistas, além de possíveis conseqüências para a atividade cerebral, decorrentes do uso de diferentes produtos.

Muitas das substâncias que estão presentes nas drogas permanecem, no entanto, no corpo (principalmente na gordura do mesmo) muito além da manifestação dos sintomas agudos ou crônicos. Por esta razão é possível detectar o seu uso por meio de exames de sangue, de urina ou do cabelo.

O exame de sangue permite verificar o uso das substâncias nas últimas horas. O exame de urina pode detectar o consumo de maconha até 20 dias após o uso para usuários crônicos e 15 dias para o usuário eventual e o consumo de cocaína após 7 dias para os usuários crônicos e 4 dias para os eventuais. As provas colhidas por meio da urina, bastante utilizadas por empresas, não permitem, no entanto, distinguir o usuário leve do usuário pesado.

No caso do álcool, que é metabolizado e eliminado rapidamente, os exames toxicológicos detectam somente o uso nas últimas horas.

Por outro lado, substâncias como a maconha e a cocaína, entre outras, são incorporadas ao cabelo e aí permanecem, à medida que ele vai crescendo, entre 1 e 1,5 cm por mês. Por isso, o exame do cabelo fornece informações de maior prazo, meses e até anos. Alguns especialistas afirmam, no entanto, que seus resultados muitas vezes podem ser discutíveis, uma vez que é possível a assimilação indireta de substâncias tóxicas pelo cabelo (como a convivência com usuários, por exemplo).

Ainda assim, a utilização de exames toxicológicos tem sido uma prática cada vez mais habitual por parte das empresas, seja para os processos de seleção de pessoal, seja para a implantação de programas de prevenção ou tratamento do abuso de álcool e outras drogas entre seus funcionários.
Site Álcool e Drogas sem Distorção (www.einstein.br/alcooledrogas)/Programa Álcool e Drogas (PAD) do Hospital Israelita Albert Einstein





Publicidade






Apoio





Mauricar
Dando mais saúde à vida de seu veículo