Uma Pergunta, Uma Resposta

Como se ajuda alguém a parar de fumar?


A nicotina, um dos milhares de componentes do cigarro, é uma substância com um alto poder de causar dependência. Por isso, parar de fumar não é fácil. Raramente uma pessoa dependente do tabaco consegue parar na primeira tentativa, podem ser necessárias 2 ou 3 tentativas até fazê-lo definitivamente.

Para que uma pessoa deixe de consumir uma droga o primeiro passo é estar motivada para isso. A maioria das pessoas que fuma exageradamente sabe os prejuízos causados pelo cigarro, mas não deixa de usá-lo pelo prazer que sente com o uso, pelo medo de fracassar ou dos sintomas da abstinência. Aqueles que querem ajudar alguém a parar não devem ameaçar ou enfrentar o fumante, uma vez que esta postura pode gerar mais defesa. Um dos caminhos para motivar a pessoa é ajudá-la a perceber que terá mais benefícios ao parar de fumar do que ao continuar. Se, por um lado, fumar a deixa mais tranqüila, alerta e confortável, por outro lado causa dentes amarelados, mau hálito e cheiro desagradável no ambiente, "aquele pigarrinho constante" ou a tosse freqüente. Assim, ao parar de fumar ela viverá melhor e por mais tempo pois o risco de sofrer um ataque cardíaco, derrame ou câncer é reduzido significativamente.

Além de motivar a pessoa a parar de fumar, é necessário apontar-lhe caminhos que tornem essa decisão mais confortável e bem sucedida. Afinal, mesmo motivada, os sintomas da abstinência podem ser intensos e muito desconfortáveis provocando recaídas. Cada pessoa possa ter o seu próprio método. Se perguntarmos para aquelas pessoas que já pararam de fumar, cada uma delas terá a sua fórmula. Algumas pessoas obtêm êxito fazendo um plano de diminuição gradativa de cigarros/dia até conseguir a abstinência. Outros precisam de ajuda e tratamento para concretizá-lo. Existem, hoje, chicletes e adesivos que suprem o organismo do dependente da sua necessidade de nicotina, sem oferecer os demais problemas que o cigarro provoca. Por este meio, é possível controlar a absorção desta substância e reduzi-la gradativamente. Muitas pessoas necessitam de ajuda terapêutica para alcançar a abstinência do cigarro. Existem profissionais especializados e clínicas ambulatoriais que fazem o acompanhamento de pessoas que desejam parar de fumar, indicando-lhes comportamentos a serem adotados e prescrevendo medicamentos quando estes forem necessários.

Enfim, a velha máxima que diz "parar de fumar é fácil, só eu já parei várias vezes", pode ter um final feliz, principalmente para quem conta com o apoio e a força daqueles que estão dispostos a incentivá-lo e a acompanhar sua mudança de comportamento.

Fonte:Site Álcool e Drogas sem Distorção (www.einstein.br/alcooledrogas) / NEAD - Núcleo Einstein de Álcool e Drogas do Hospital Israelita Albert Einstein








Publicidade









Apoio

Toldos Campos
Toldos - Paineis - Adesivos





Mauricar
Dando mais saúde à vida de seu veículo



Copiadora Campos
Art & Design