Traficantes usam crianças para levar drogas no estômago em MS

A constatação do aumento de prisões de pessoas sendo usadas para traficar drogas no estômago, inclusive crianças e adolescentes, está preocupando a Polícia Federal de Mato Grosso do Sul. Esse foi o teor de uma nota divulgada pelo responsável pelo Setor de Comunicação Social, agente Francisco de Oliveira Morais. No texto ele expôs a preocupação com o risco à vida destas pessoas.

Morais disse que há registros de mortes instantâneas ocasionadas em razão do rompimento de cápsulas contendo cocaína. “Essas “avestruzes” desconhecem o risco de vida, que é altíssimo, a considerar que cada cápsula pesa em média 10 gramas e que cerca de 1,2 gramas é dose letal para o ser humano, de acordo com a literatura médica”. Na tarde de ontem, um adolescente foi detido em Corumbá quando tentava embarcar em um ônibus com 30 cápsulas contendo cocaína, no estômago.

Fonte: Terra – Brasil