fbpx

Navio com drogas é vistoriado

O navio em que foram encontrados mais de 50 kg de cocaína durante inspeção no Porto de Santos, sábado passado, foi submetido a uma nova vistoria ontem, quando atracou no Rio de Janeiro, por volta do meio-dia. Amostras da água do transatlântico Costa Tropicale foram coletadas em Santos para análises, que serão realizadas amanhã pela Vigilância Sanitária. A inspeção de ontem pela Polícia Militar (PM), que habitualmente leva meia hora, durou duas horas para que todas as cabines de passageiros fosse revistadas. A Vigilância Sanitária também voltou a inspecionar a embarcação, mas nada foi encontrado.
O Costa Tropicale é o mesmo navio que trouxe o corpo do jornalista Fernando Escariz, 50, da Bahia, depois que ele sofreu uma parada cardíaca. A causa da morte do jornalista está sendo investigada. Para a PM, a princípio não há ligação entre a morte e a droga apreendida. A suspeita é de que Fernando Escariz tenha tido uma intoxicação alimentar. A conclusão dos familiares encontra respaldo no fato de que mais nove passageiros sofreram problemas estomacais no navio.

O comandante da PM de Santos, tenente-coronel Renato Penteado Perrenould, disse que a droga foi encontrada em Santos durante uma operação de vistoria de rotina por cães farejadores da Polícia Militar.

O transatlântico havia saído da Argentina, atracou na sexta-feira em Porto Belo, (Santa Catarina) e seguia em direção a Gênova, na Itália. Cinco pessoas foram presas em flagrante no Porto de Santos: dois espanhóis e três argentinos. O transatlântico Costa Tropicale partiu ontem à noite do Rio em direção às praias do Nordeste.
Fonte: JB OnLine