Brasília pode ser nova rota para o tráfico

A apreensão de 350 quilos de maconha no Distrito Federal alertou a polícia sobre a possibilidade de a região estar sendo usada como nova rota do tráfico da droga no País, depois da repressão no Nordeste e na fronteira com o Paraguai. A maconha vinha de Dourados (MS) e foi transportada até um sítio próximo a Brasília, em três veículos. Num deles havia um escudo da Polícia Civil do DF, uma forma encontrada pelos traficantes para passar pelas barreiras.

Para as autoridades policiais, a droga vem da região de Capitão Bado, no Paraguai, onde o traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, tem seus principais fornecedores. As investigações vão revelar se havia relação entre a apreensão dos 350 quilos de maconha no DF e a prisão de Valdeci de Souza Silva e Paulo César Cabreira Dauzacker, pela 11ªDelegacia de Polícia de Brasília, que vinha fazendo as investigações havia pelo menos três meses.

“Vamos investigar para saber se o Distrito Federal já está sendo rota e se são grupos isolados ou ligados ao narcotráfico internacional”, afirmou a delegada Martha Vargas Borraz, que efetuou a apreensão.

Segundo a Polícia Federal, após a intensificação das operações de repressão e erradicação de plantações no Polígono da Maconha, no Nordeste, o tráfico se voltou para a droga vinda do Paraguai.
Fonte: O Povo