Farc dominam 40% do narcotráfico

A guerrilha das Farc (Forças Revolucionárias da Colômbia) “domina” 40% do total das “exportações de drogas colombianas”, declarou terça-feira o advogado colombiano Baruch Vega, que coordena a entrega de 114 narcotraficantes às autoridades dos Estados Unidos.
A venda de drogas rende aos cartéis colombianos de US$ 5 a 7 bilhões, disse Vega à Rádio Caracol diretamente de Miami, cidade americana na qual vive.

A Colômbia é considerada o principal produtor mundial de cocaína e um dos principais “exportadores” dessa droga e de heroína aos Estados Unidos.

No país, são produzidas 580 toneladas de cocaína anualmente, segundo autoridades locais e internacionais.

Vega acha que se os cartéis fossem desmantelados, as Farc perderiam uma de suas principais fontes de subsistência.

“O negócio da guerrilha se acabaria, porque os próprios grupos de narcotraficantes incidiriam no desmantelamento total do negócio”, assegurou Vega.

A guerrilha “por si só” não poderia dedicar-se ao negócio, ressaltou o advogado.

Em uma entrevista à última edição da revista Semana, de Bogotá, Vega, de 56 anos, assegurou que “negociar” é “a única maneira de desmantelar os cartéis”. “Não conheci outra forma em mais de 20 anos neste tipo de atividade”, declarou o advogado colombiano, famoso por ser o mediador de mais de cem “acordos” entre narcotraficantes e as autoridades dos Estados Unidos.

O governo dos Estados Unidos e os países da União Européia consideram as Farc uma organização terrorista e um dos maiores grupos do narcotráfico do mundo.
Fonte: Diário OnLine