Professores serão preparados para combater drogas

Cinco mil professores brasileiros serão preparados para trabalhar o combate às drogas com alunos da Educação Básica. O ministro da Educação, Cristovam Buarque, e o secretário Nacional Antidrogas, Paulo Roberto Uchôa, discutiram o formato do programa-piloto que deve ser iniciado em 2004. O programa é uma decorrência da parceria firmada, na semana passada, entre o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República e os ministérios da Educação e do Trabalho. De acordo com Paulo Uchôa, os cinco mil professores vão receber conteúdo e metodologia sobre prevenção ao uso de drogas, em linguagem própria, para trabalhar com crianças e adolescentes. O objetivo, explicou, é oferecer informações precisas sobre o que são e como agem as drogas, para que a criança e o adolescente tenham instrumentos de defesa no seu dia-a-dia, na família, na escola, no lazer e em outras atividades de que participa. O programa-piloto terá quarenta horas de duração, das quais dez horas serão divididas em 20 aulas de trinta minutos cada, transmitidas pela TV Escola do Ministério da Educação. Os professores terão outras trinta horas de estudo individual ou coletivo, com materiais impressos que serão distribuídos pelos parceiros. Segundo informou o secretário Paulo Uchoa, a TV Escola já prepara o conteúdo e a metodologia que deverão ser testados no programa-piloto, a partir de fevereiro de 2004, com professores de todas as regiões do País.

Fonte: Estado de Minas