Acordo entre forças aéreas quer fortalecer presença na fronteira

BOGOTÁ – Os comandantes das Forças Aéreas da Colômbia, general Héctor Fabio Velasco, e do Peru, tenente-general Aurelio Crovetto Yáñez, assinaram hoje um convênio para fortalecer sua presença na fronteira comum e combater o narcotráfico. O acordo de cooperação estabelece que ambas as forças farão operações conjuntas na zona fronteiriça para ‘combater o tráfico ilícito de drogas e delitos conexos’.

O convênio ‘Procedimentos operativos entre a Força Aérea Colombiana e a Força Aérea do Peru para fortalecer o controle do espaço aéreo na zona fronteiriça’ foi assinado em Bogotá pelos comandantes de ambas as instituições. A idéia é ‘fomentar medidas de confiança mútuas que contribuam para proteger os cidadãos e a segurança de ambas as nações no marco do estrito respeito dos princípios do direito Internacional’.

Colômbia e Peru compartem uma fronteira comum de 1.626 quilômetros em território amazônico, utilizada como rota de narcotraficantes e corredor de segurança de grupos guerrilheiros colombianos. Segundo o convênio, as forças aéreas ‘utilizarão aviões de inteligência, radares de acompanhamento e interceptores’.

O convênio foi assinado dois dias depois que em Washington se anunciasse o reatamento com a Colômbia dos trabalhos conjuntos de intercepção de aeronaves de tráfico de drogas.

Fonte: Jornal do Brasil – Tempo Real