Anderson Polga: seringas usadas e suspeita de doping

Anderson Polga, do Sporting de Portugal, está sob suspeita. Tudo porque a polícia sueca encontrou seringas usadas no quarto do hotel em Malmoe, onde o jogador brasileiro estava concentrado para a partida contra o time do mesmo nome da cidade, quarta-feira, pela Copa da Uefa. Polga dividiu o quarto com o português Roberto Seveno.

Dan Granvik, inspetor criminal da cidade de Malmoe, declarou que “foram encontradas seringas e a investigação foi encaminhada à divisão de entorpecentes”. Segundo policiais, os instrumentos estavam sujos de sangue.

A polícia acredita que Polga tenha se dopado, mas não descarta a hipótese de que o jogador tenha usado drogas.

O médico do Sporting, José Pereira, tentou amenizar a situação, afirmando que eram vitaminas. “Multivitaminas que são injetadas? Parece suspeito”, afirmou Ann-Marie Thurelius, chefe do departamento de doping do hospital local. O material será analisado e o resultado deve sair na próxima semana.

A polícia sueca ainda tentou recolher mostras da urina de algum dos jogadores do Sporting, mas foram impedidos por delegados do jogo. Com isso, fica difícil que os atletas sejam acusados de atuarem dopados.

No campo, o Sporting bateu o Malmoe por 1 a 0 e se classificou para a segunda fase da Copa da Uefa.

Ontem, quatro jogos fecharam a primeira fase da competição européia:

Viktoria Zizkov 0, Brondby 1; Teplice 1, Kaiserslautern 0; Karnten 0, Feyenoord 1; Schalke 04 1, Kamen 0.

Fonte: BOL