Elias Maluco é condenado a 18 anos de prisão por tráfico

Elias Pereira da Silva, o Elias Maluco, foi condenado pela 23ª Vara Criminal do Rio a 18 anos de prisão pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico de drogas. No mesmo processo, também foram condenados os traficantes Fernando Sátiro da Silva, o Frei, Everton César dos Santos, o Nilo, e Reinaldo Amaral de Jesus, o Cabê.

Segundo o Ministério Público Estadual, Elias Maluco operava uma “poderosa quadrilha de tráfico de entorpecentes e que se impunha pela extrema violência e brutalidade”. Conforme a denúncia, os réus são integrantes da facção Comando Vermelho e exerciam o tráfico de drogas nas favelas que compõem o complexo da Penha, zona norte.

Os acusados Frei e Cabê foram condenados a seis anos, enquanto Nilo pegou uma pena de oito anos. Flávio Reginaldo dos Santos, conhecido como Buda, inicialmente incluído na denúncia, morreu antes da decisão judicial. Os sentenciados deverão cumprir a pena em regime integralmente fechado.

Em dezembro de 2002, Elias Maluco já havia sido condenado a 13 anos de prisão, também por tráfico e associação para o tráfico de drogas, no processo que envolve o cantor Marcelo Pires Vieira, o Belo.

Ele também é réu no processo que tramita no TJ (Tribunal de Justiça) em que responde por formação de quadrilha, homicídio e ocultação do cadáver do jornalista Tim Lopes, além da tentativa de homicídio de cinco policiais no complexo do Alemão, em janeiro do ano passado.

Fonte: BOL