Estudo detecta risco no consumo baixo ou moderado de álcool

RIO – Um estudo realizado por pesquisadores da Escola de Saúde Pública da Universidade Johns Hopkins constatou uma ligação entre o consumo baixo a moderado de álcool e a redução do tamanho do cérebro na meia-idade.

A atrofia do cérebro é associada a problemas de cognição e funções motoras.

Os cientistas também constataram que o consumo de álcool nesses padrões também não reduz o risco de derrame, o que contradiz descobertas anteriores.

O estudo foi publicado na revista da Associação Médica Americana, a “Jama”.

Fonte: O Globo