Publicação pede proibição do tabaco na Inglaterra

Uma importante publicação médica da Inglaterra defendeu hoje que o governo britânico deveria proibir o tabaco.”Se o tabaco fosse uma substância ilegal, a posse de cigarros seria crime e o número de fumantes cairia dramaticamente”, declarou o The Lancet em editorial. “Pedimos ao governo de Tony Blair que proíba o tabaco.”
Segundo o periódico, 80% dss pessoas no Reino Unido eram não-fumantes e deveriam ter o direito de desfrutar da liberdade de não ser expostas a carcinógenos comprovados.

No mês passado, os mais destacados médicos do país pediram ao governo para seguir o exemplo da Irlanda e de muitas cidades norte-americanas e impor uma proibição do fumo em público.

O fumo mata mais de 120 mil britânicos por ano e cada vez mais jovens estão se iniciando no hábito, de acordo com o Departamento de Saúde.

Fonte: Terra