Polícia paraguaia descobre novo tipo de maconha

A polícia antidrogas do Paraguai descobriu uma nova variedade de maconha, “a mentolada”, durante uma operação realizada na fronteira com o Brasil.
Os especialistas antidrogas e as autoridades judiciais explicaram ao jornal La Nación que se trata de uma erva geneticamente modificada para ter sabor de menta e ser colhida em três meses, ao invés dos seis tradicionais. “É um novo tipo de maconha que está sendo plantando nestas colônias. É de pequeno porte, porém os traficantes precisam de apenas de três meses para colhê-la”, declarou o juiz Alberto Sosa Vera.

O magistrado lidera uma operação conjunta com policiais antidrogas do Brasil iniciada há três dias na região de Pedro Juan Caballero, 540 quilômetros ao noroeste de Assunção e na fronteira com o país vizinho.

Durante o procedimento, a Senad destruiu 42 hectares de plantação da erva, o que representou para os traficantes um prejuízo de aproximadamente um milhão de dólares.

Na região de Pedro Juan Caballero, capital do departamento de Amambay, é cultivado um tipo de maconha muito apreciado pelos traficantes, em uma extensa região de selva e com pouca vigilância dos dois lados da fronteira.

Fonte: Terra