Jovens apontam os fatores do consumo de drogas

As questões familiares e de relacionamentos são apontadas pelos jovens tocantinenses como fatores que os levaram a consumir drogas. Esta foi a conclusão da pesquisa encomendada pela Secretaria Estadual da Juventude ao Instituto Gauss.

O levantamento, realizado na última semana do mês de novembro, nos municípios de Palmas, Araguaína, Gurupi, Dianópolis e Sítio Novo, apontou a as amizades (15%), a falta de apoio da família (15%), as más influências (12%) e os problemas famíliares (12%) como os principais motivos para a precoce entrada no mundo das drogas.

A pesquisa também mostra que, enquanto drogas lícitas, como o cigarro, perdem público, a maconha vem se tornando a droga ilícita mais consumida entre os jovens. Outro aspecto da pesquisa, mostra que o crack, cujo efeito é rápido e devastador, já está presente em cidades do interior, como é o caso de Dianópolis.

Ao ponderar sobre estes dados, o secretário da Juventude e presidente do Conselho Estadual Antidrogas, Rogério Ramos, disse que é preciso fortalecer as relações familiares e discutir a questão das drogas de forma mais clara no ambiente familiar e na escola. Ele lembrou que o trabalho da Secretaria se pauta pela execução de ações preventivas, profiláticas e intervencivas.
Fonte: Senad