Califórnia caminha para proibir cigarro nas prisões

SACRAMENTO, Estados Unidos (Reuters) – A Califórnia, que liderou muitas vezes os esforços dos Estados Unidos contra o cigarro, deu um grande passo na segunda-feira para proibir o fumo no sistema prisional, com a aprovação de um projeto de lei sobre o tema.

A assembléia, dominada pelos democratas, aprovou por 64 a 4 uma proibição para produtos com tabaco nas prisões. A multa por desobediência vai de 200 dólares até 1.000 dólares, em caso de dupla reincidência.

A medida visa economizar o dinheiro público com cuidados médicos. Algumas unidades do sistema penitenciário californiano, como as prisões municipais, já proíbem o fumo, mas a nova legislação amplia as restrições.

Segundo o republicano Tim Leslie, autor do projeto, cerca de metade dos 160 mil prisioneiros do sistema penitenciário da Califórnia fuma, o que custa ao Estado 280 milhões em gastos com saúde. Ele disse ainda que 80 mil prisioneiros são ainda obrigados a inalar o fumo dos demais.

O projeto ruma agora para o senado californiano e, se for aprovado, segue para o governador Arnold Schwarzenegger — fã, diga-se, de um bom charuto.

Fonte: Yahoo Brasil