China tem mais de um milhão de drogados

O número de drogados chineses superou pela primeira vez o milhão no ano 2003, apesar das estritas medidas de reabilitação adotadas pelas autoridades. De acordo com o Ministério chinês de Segurança Pública, dos 1,05 milhão de toxicômanos conhecidos, 220 mil se encontram internados em centros de desintoxicação e 60 mil estão internados em “campos de reeducação especializados na reabilitação de drogados”.
Aparentemente, a cifra poderia ser muito maior, já que a maioria dos toxicômanos evitam o contato com as autoridades, já que estas constantemente lhes obrigam a ingressar em duros programas de desintoxicação que implicam longos períodos de isolamento em lugares remotos. Por outro lado, os departamentos de narcóticos chineses resolveram 93 mil casos de tráfico e produção de drogas e se expropriaram de 9.535 quilos de cocaína, 905 quilos de ópio e 5.827 quilos de anfetaminas em 2003, indicaram fontes ministeriais.

Além disso, 63 mil pessoas foram detidas em relação com o tráfico de entorpecentes, a maioria delas na região conhecida como o Triângulo do Ouro, que é considerada o foco de contrabando de drogas mais importante do mundo. As fontes do citado ministério assinalaram além disso que em 2003 o Governo de Pequim lançou novas campanhas antidroga nas escolas primárias e secundárias, e reforçou sua cooperação com os países vizinhos na luta contra o tráfico de narcóticos.

Fonte: Terra