Teste de cabelo revela consumo de bebida

Álcool pode ser detectado em amostras de cabelo
Cientistas suíços desenvolveram uma linha de testes capazes de revelar quanto álcool uma pessoa bebeu ao longo de dias, semanas e até meses a partir de amostras de cabelo, sangue e urina.

O álcool desaparece do corpo em questão de horas, mas seu consumo leva à formação de substâncias químicas que permanecem no organismo por muito mais tempo.

O estudo, feito pela Universidade de Basel, na Suíça, foi publicado pela revista New Scientist. De acordo com a revista, médicos e empresas poderão usar o teste.

Existem outros testes para saber se alguém bebeu , mas a maioria se baseia em evidências indiretas, como, por exemplo, a quantidade de certas enzimas produzidas pelo fígado na corrente sangüínea.

Os resultados desse tipo de teste, no entanto, podem ser afetados por outras toxinas e até pela gravidez.

Os novos testes, se usados em conjunto, podem dar um panorama completo dos hábitos de consumo de álcool de uma pessoa, mostrando quando e quanto ela bebeu.

O ácido graxo etil éster aparece no sangue entre 12 e 18 horas após a ingestão do álcool e mais tarde é armazenado no cabelo.

O doutor Friedrich Wurst, um dos cientistas envolvidos na pesquisa, acompanhou cerca de 40 consumidores de álcool e abstêmios.

Ele constatou que a presença dos ácidos refletia com exatidão os índices de ingestão de álcool dos participantes do estudo.

“A única forma de esconder a evidência é raspar completamente todos os cabelos e pelos”, disse Wurst.

Fonte: Olhar Direto