Maradona seguirá tratamento em SP

O ex-jogador argentino Diego Maradona, 43, irá viajar nos próximos dias para o Brasil, onde dará seqüência ao tratamento contra a dependência química em uma clínica localizada em São Paulo. O nome do local não foi divulgado.

O ídolo argentino continuará sendo acompanhado pela equipe médica que está o atendendo na clínica psiquiátrica Del Parque, nos arredores de Buenos Aires, onde está internado desde o dia 9 de maio para se livrar do vício da cocaína.

A decisão de transferir Maradona para outro país foi decidida após uma reunião entre seus familiares, os médicos da clínica e o seu médico particular, Alfredo Cahe.

Segundo Cahe, o tratamento do ex-craque está funcionando e o quadro clínico de Maradona evolui. A transferência seria para fugir da imprensa local e de seus fãs.

Além disso, Maradona também estaria magoado com sua ex-esposa, Claudia Villafañe, e com o restante da sua família, que decidiram por sua internação na clínica psiquiátrica. Em várias ocasiões, ele manifestou seu desejo de voltar à Cuba, onde iniciou tratamento em 2000.
O ex-capitão da seleção argentina foi internado pela primeira vez no dia 18 de abril, com uma crise de hipertensão e miocardiopatia, além de uma infecção pulmonar bilateral, na clínica Suíço-Argentina, em Buenos Aires.
Após vários dias respirando com ajuda de aparelhos, deixou a clínica sem alta médica, mas acabou retornando depois de não ter seguido a sua dieta. Em seguida foi transferido para a clínica psiquiátrica.
Fonte: Folha Popular