Alunos do Proerd são diplomados e se comprometem a combater drogas

Alunos da 4ª e 5ª séries das escolas estaduais Oswaldo Cruz, Lobo D?Almada, Monteiro Lobato e Francisca Élzica, totalizando 478 que participaram do Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência (Proerd), serão diplomados amanhã. A solenidade irá ocorrer no Palácio da Cultura, a partir das 16h.

O Proerd é desenvolvido há três anos pela Polícia Militar de Roraima em parceria com a Secretaria Estadual de Educação. O programa já formou mais de novel mil crianças da rede pública de ensino, com idade entre 9 a 12 anos.

Apenas em 2003, foram 3.527 crianças de 24 escolas da Capital boa-vistense. Conforme o comandante da PM, coronel Ben-Hur Gonçalves, o programa contribui para que as crianças cresçam tendo consciência do perigo que as drogas oferecem e da violência.

?Nosso objetivo é cumprir com o que determina a Constituição Brasileira no que diz respeito à prevenção, e também promover a interação entre a Polícia Militar e a sociedade. Este tipo de programa é uma forma de também melhorar a imagem da instituição perante a comunidade?. O comandante destacou ainda que o trabalho preventivo entre as crianças é de extrema importância para o futuro delas.

Camisetas e bonés que os alunos irão usar durante a entrega dos diplomas foram doados pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran), através de seu diretor-presiente, Leocádio Vasconcelos.

O Proerd é um programa educacional, com caráter social preventivo, e tem por objetivo principal prevenir o uso de drogas e diminuir a violência, por crianças e adolescentes. Ao final de cada programa a criança recebe, em solenidade específica, o certificado de conclusão do curso, prestando compromisso de não se envolver com drogas e violência, valorizando sempre a vida.
Fonte: Folha