Suspeito de latrocínio contra sargento da PM é detido por tráfico de drogas

Com a apreensão de G.S.S., 15 anos, na manhã de ontem, os investigadores da 13ª Delegacia (Cajazeiras X) não só desbarataram um ponto de venda de maconha, como também chegaram a um dos suspeitos de envolvimento no assalto ao ônibus da empresa Transol, ocorrido na noite da última sexta-feira, que resultou na morte do sargento da Polícia Militar Ubiracy Conceição Mendes, 36. O PM tentou evitar a fuga de um dos assaltantes e chegou a efetuar um disparo, mas acabou rendido por outros dois bandidos, que estavam escondidos nos fundos do coletivo, e levou três tiros à queima-roupa na cabeça. Ele morreu na manhã seguinte no Hospital Geral do Estado. G.S. foi conduzido à Delegacia do Adolescente Infrator. Os investigadores da 13ª DP empreendiam diligências, seguindo informações de que um dos integrantes do trio que investiu contra o coletivo estaria se refugiando em Águas Claras, e acabaram localizando o adolescente no número 24 da Rua Meire Cleide, naquele bairro. No imóvel, os policiais encontraram 293 ?dolinhas? (pequenos embrulhos de papel) de maconha, além de uma balança de precisão, tesoura e sacos de papel, material identificado pelos agentes como utilizado para dividir e embalar a droga. De acordo com a titular da Delegacia do Adolescente Infrator, delegada Vera Rocha, G.S. foi reconhecido por testemunhas como um dos assaltantes do ônibus que fazia a linha Cajazeiras VII/Lapa.

?Ele (G.S.) afirma que estava no ônibus, mas que foram dois outros homens que efetuaram o assalto. Só que nós temos informações de testemunhas de que o crime foi cometido por três indivíduos e um deles seria o adolescente?, afirmou a delegada. Autuado pelo porte da maconha, G.S. disse que comprou a droga na Feira de São Joaquim por R$ 400 ? dinheiro que afirmou ter conseguido com a venda de um revólver. O adolescente morava com a mãe no Novo Horizonte, em Sussuarana, mas passou a residir com duas irmãs em Águas Claras.
Fonte: