Comboio de drogas passa por Bauru

O comboio com cerca de 75 toneladas de entorpecentes apreendidas no Mato Grosso do Sul e que se dirige para Volta Redonda (RJ) para incineração passou ontem de manhã pela região de Bauru, pelas rodovias Marechal Rondon (SP-300) e Bauru-Jaú (SP-225). A previsão é de que a droga chegue a seu destino final e seja queimada amanhã na Companhia Siderúrgica Nacional (CSN).

O comboio com três carretas, acompanhado por dois helicópteros e 26 viaturas, leva mais de 73 toneladas de maconha e aproximadamente uma tonelada de cocaína, haxixe e ecstasy. A maior parte foi interceptada e apreendida nas cidades da fronteira pela Superintendência da Polícia Federal.

O Estado do Mato Grosso do Sul é considerado pela polícia a principal porta de entrada de drogas no País, por conta das divisas com Bolívia e Paraguai. A maior parte da droga é encaminhada para o tráfico internacional e o restante, desviado sobretudo para São Paulo e Rio de Janeiro.

A incineração faz parte da Semana Nacional Antidrogas e será acompanhada pelo ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos. Cem policiais federais acompanham os três caminhões que estão transportando os entorpecentes por 1.450 quilômetros de estradas. O gasto com a megaoperação, incluindo transporte e segurança, é estimado em R$ 200 mil.

De acordo com o capitão Daniel Correia de Godoy, comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar Rodoviária, o comboio passou por Bauru por volta de 7h30 e realizou uma rápida parada em um posto na Rondon para que os policiais tomassem café-da-manhã. ?Toda a organização da operação é da Polícia Federal. Nós fizemos o monitoramento do comboio e mantivemos viaturas em pontos estratégicos do percurso, como cruzamentos das rodovias. Dentro da nossa área, eles foram acompanhados por uma viatura do TOR (Tático Ostensivo Rodoviário), e depois o 3º Batalhão assumiu o trabalho?, relata.
Fonte: JCNET