Ponte da Amizade ganha cerca de arame farpado para diminuir contrabando

O arame farpado é a mais nova arma anticontrabando adotada pela Receita Federal (RF) na aduana da Ponte da Amizade, fronteira Brasil?Paraguai. A proteção de ferro está sendo colocada sobre um muro de 4,5 metros de altura para impedir que os muambeiros desviem da fiscalização jogando mercadorias, cigarros e drogas na barranca do Rio Paraná.

Segundo o delegado substituto da RF, Gilberto Tragancin, os contrabandistas faziam 20 a 30 tentativas diárias para passar mercadorias sobre o muro. Com a colocação do arame e o aperto da fiscalização da Polícia Federal (PF) na fronteira, que passou a manter diariamente dois agentes na Ponte da Amizade, a RF espera conter a ação dos contrabandistas e diminuir as perdas fiscais ao Brasil causada pelo contrabando. Somente com cigarros, o montante atinge US$ 1,5 bilhão ao ano. ?Estamos aproveitando para voltar a exercer o domínio sobre a ponte?, salienta Tragancin. Conforme estimativas da própria RF, apenas 2% dos produtos que deixam o Paraguai com destino ao Brasil são apreendidos em Foz do Iguaçu.

Os 100 metros de arame, em formato circular, ocuparão toda a extensão do muro situado na pista de entrada do Brasil. As obras devem estar concluídas em dois dias. Para alcançar o topo do muro e jogar as caixas, os muambeiros apoiavam-se uns aos outros, fazendo ?escadinhas?.
Fonte: Tudo Paraná