Conem inaugura Setor Bibliográfico

Trazer mais informação à população sobre os malefícios das drogas, é a proposta do Conselho Estadual de Entorpecentes do Estado (Conem). Para isso, a entidade contou com o apoio da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e inaugurou ontem, o Setor Bibliográfico sobre Dependência Química.

O setor fica na Biblioteca Central, ao lado do Colégio Estadual Barão do Rio Branco (CEBRB). O projeto faz parte da Semana Nacional Anti-Drogas, cujo objetivo é incentivar jovens dependentes a lutar contra o vício, e até mesmo, impedir que outros entrem na dependência.

No Setor Bibliográfico, pode ser encontrado um vasto material didático que trabalha o assunto com especificidade. Para os alunos de escolas estaduais que participaram do ato solene de inauguração, o projeto tende a quebrar tabus e beneficiá-los no que diz respeito a pesquisas escolares.

Segundo o presidente do conselho, Mário Élder, o setor estará aberto todos os dias com novidades de temas em exposição. Todo o material ficará à disposição de estudantes e demais pessoas interessados em pesquisas.

?A intenção de se criar o departamento é exatamente esse. Queremos que as pessoas encontrem aqui uma oportunidade que até então não existia, que é de ter acesso materiais que abordam assuntos sobre drogas?, destacou o presidente.

Élder ressaltou que as pessoas interessadas em fazer doação de livros, revistas ou qualquer outro material que possa ser inserido no acervo do setor, poderá efetuá-la através do telefone 223-7768.

Semana Anti-Drogas

Uma programação vasta ainda deve ser realizada até domingo, como parte da Semana Nacional Anti-Drogas, segundo o presidente do Conem.

Hoje, uma teleconferência será apresentada na Secretaria da Fazenda (Sefaz), a partir das 7 horas. O tema discutido será Redes Sociais e Drogas, no qual estão convidados a participar igrejas, famílias, estudantes e a sociedade em geral.

O encerramento da semana promete ser em grande estilo. Isso porque o conselho está preparando um arraial a ser realizado em frente ao Quartel da Polícia Militar, no domingo.

As barracas com comidas típicas estão sob a responsabilidade de associações terapêuticas, bem como a Caminho Aberto e a Associação de Pais e Amigos de Dependentes Químicos (Apadeq).
Fonte: Página 20