Projeto de lei quer restrição para a venda de cigarros

A Câmara Federal vai criar uma comissão especial para analisar o Projeto de Lei 3682/04, do deputado Aracely de Paula (PL-MG), que proíbe a venda de cigarros e produtos similares em estabelecimentos situados em locais onde o fumo é proibido, como shoppings, restaurantes e cinemas.

O deputado alega que o ideal seria proibir definitivamente a fabricação e a comercialização do cigarro e seus derivados, a exemplo do que foi feito com outras drogas que causam dependência e criam problemas de convívio social. Na falta desta solução, o deputado propõe a adoção de medidas para dificultar o acesso ao fumo.

Para o presidente do Conselho Estadual de Entorpecentes (Conen-Ac), Mário Elder, a medida é válida uma vez que já existe uma lei que proíbe o consumo de cigarro em determinados locais.

“A tendência é que as pessoas se conscientizem aos poucos que estas medidas fazem bem para os usuários de cigarro. As drogas lícitas são as que mais matam no mundo e a nicotina é o vício mais difícil de ser largado. Acredito que esta é uma boa iniciativa”, explicou Mário Elder.
Fonte: A Gazeta-Acre