Traficantes ameaçam padre de morte em paróquia do RS

O padre André Carbonera, que vive junto com dois caseiros no seminário claretiano, em Esteio, no Rio Grande do Sul, denunciou que vem sendo vítima de ameaças de morte. Segundo Carbonera, traficantes da região o estariam coagindo porque ele comunica às escolas a presença de estudantes usando drogas nas imediações do seminário. Ele afirma ainda que são freqüentes os arrombamentos e depredações no local.

A secretaria municipal de Educação de Esteio garante que vai cercar e realizar a reforma do seminário claretiano. A área, com mais de 11 mil metros quadrados pertenceu ao o seminário claretiano e foi doado ao município, mas está sendo depredada continuamente. A secretária da educação, Magela Formiga, diz que a prefeitura aguarda a aprovação, pela Câmara, de um projeto garantindo recursos para a terraplanagem, cercamento e contratação de uma empresa de segurança para proteger o local.
Fonte: Gazeta