EUA admitem que guerra contra as drogas na América Latina fracassou

O chefe da política de combate às drogas dos Estados Unidos, John Walters, admitiu no México que a política de seu país para o setor na América Latina até o momento fracassou.

Segundo ele, os bilhões de dólares investidos no decorrer de vários anos na região para combater as drogas não reduziram o fluxo de cocaína nas ruas americanas.

“Não temos visto em todos esses esforços o efeito que esperávamos no lado da oferta”, disse o chamado “czar das drogas” americano na Cidade do México.

Mas ele previu que resultados positivos serão observados dentro de um ano.

Plano Colômbia

As declarações foram feitas em seguida a uma visita de Walters à Colômbia.

Os comentários podem ser vistos como uma admissão de que o chamado Plano Colômbia está sendo um fracasso.

Esse plano, que pretende acabar com gangues de traficantes e erradicar plantações de coca, fez com que o governo colombiano se tornasse o terceiro maior recipiente de ajuda militar americana no mundo.

Walters elogiou os esforços do México no combate ao tráfico, mas também disse que o suprimento de drogas para os Estados Unidos não sofreu alterações notáveis.

Algumas operações conseguiram tirar de circulação alguns líderes de cartéis de traficantes, mas sem efeito sobre a oferta.
Fonte: UOL