Condenados à morte quatro traficantes de heroína no Vietnã

Hanói, 12 ago (EFE).- Um tribunal da cidade de Ho Chi Minh (a antiga Saigon) condenou com a pena de morte quatro pessoas declaradas culpadas de traficar heroína entre o Vietnã e a vizinha Laos, informaram hoje fontes judiciais.

A última das condenações emitidas foi para Nguyen Duy Dung, considerado o chefe do grupo de traficantes, e que em um primeiro julgamento recebeu uma sentença de prisão perpétua depois de colaborar com as autoridades.

Outros três integrantes da rede foram sentenciados a penas de quatorze a vinte anos de prisão, enquanto um policial recebeu quinze anos por receber subornos do grupo.

Segundo o tribunal, Dung e o restante dos condenados chegaram a traficar entre 1998 e 1999 mais de quatorze quilos de heroína que depois distribuíam em Ho Chi Minh.

A estrita legislação vietnamita contempla a sentença de morte para aquelas pessoas que traficam mais de 100 gramas de heroína.

Embora as autoridades assegurem que o Vietnã não é um grande produtor de ópio, planta da qual se extrai a heroína, as extensas costas e fronteiras terrestres do país asiático tornam o território uma área de passagem preferida dos traficantes do sudeste asiático.

A Anistia Internacional denunciou em agosto passado o crescente número de sentenças de condenação à morte no país asiático e a alta cifra de execuções realizadas.
Fonte: UOL