Vacina pode ajudar a largar uso de cocaína

(London Press Service) ? O laboratório britânico Xenova divulgou resultados bem-sucedidos na segunda fase de testes para a TA-CD, uma vacina terapêutica destinada ao tratamento da dependência de cocaína. Os testes têm sido conduzidos pelo professor Thomas Kosten, na Universidade de Yale, nos EUA.
A TA-CD está sendo desenvolvida para ajudar dependentes de cocaína a largarem o hábito. A última etapa de testes começou em abril de 2002. Foram mobilizados 13 indivíduos, todos usuários da droga que querem deixar de sê-lo. Os pacientes foram tratados com mais de cinco injeções, num período de mais de 12 semanas.

Dos 13 envolvidos, 12 deles completarem um perído de 12 meses de avaliações acerca da segurança e resposta imunológica da droga, e do uso de cocaína. Os resultados mostraram que a vacina é segura e bem tolerada, além de provocar resposta imunológica.

Dos outros 16 pacientes envolvidos na segunda fase dos testes, que usaram cocaína mesmo tendo tomado as vacinas, 14 mostraram uma redução na sensação de euforia e ansiedade que normalmente estão associados com o uso de cocaína. Esse aspecto fornece ainda evidências da proposta da vacina de agir também no comportamento dos pacientes.

“Esta conclusão é mais um passo importante neste programa, solidificando o caminho para o início de mais conclusões sobre a eficácia dos testes”, afirmou David Oxlade, diretor-executivo da Xenova.

TA-CD é desenvolvida para ser ministrada juntamente com terapias comportamentais, em pacientes que estão realmente tentando largar o vício em cocaína. A vacina representa uma nova abordagem para o tratamento desse vício, por meio da intervenção imunológica. A vacina atua contruindo anticorpos contra a cocaína, neutralizando seus efeitos no cérebro. (*Traduzido e distribuído pela BR Press) Xenova Group – Buckingham Avenue, Slough, Berkshire, United Kingdom, SL1 4NL ; +44 (17) 5370-6600
Fonte: Yahoo