PMs condenados por sequestro de traficante

O Conselho de Sentença da Auditoria Militar condenou, na semana passada, três policiais militares da cidade de Iguatemi – situada a 466 km de Campo Grande – pelos crimes de prevaricação, apropriação indébita, extorsão mediante sequestro e abuso ou violação do poder inerente ao cargo. De acordo com o Ministério Público Estadual, em 12 de janeiro de 2003, o sargento Damião Chagas e os soldados Marco Aurélio dos Santos e Márcio Ritter flagraram o traficante “formiga” Rômulo Vieira do Prado com 100 kg de maconha em seu carro. Mas, ao invés de encaminhá-lo à Polícia Civil para que fosse autuado em flagrante, os PMs levaram o rapaz para um cativeiro e estabeleceram o valor do resgate em R$ 20 mil.

Damião Chagas foi condenado a 21 anos, 2 meses e 15 dias de prisão; Marco Aurélio teve pena de 18 anos, 9 meses e 15 dias; enquanto para Márcio Ritter foi fixada punição de 20 anos, 7 meses e 15 dias de detenção. Todos os condenados vão continuar detidos em regime fechado, no Presídio Militar de Campo Grande.
Fonte: Correio do Estado