” Comunicado “

O preço de uma vida

A diferença na taxa de mortalidade entre fumantes e não-fumantes aumentou. A constatação foi feita pela organização das seguradoras britânicas que, como suas similares em qualquer canto do mundo, não faz graça e nem brinca em serviço, quando se trata de fazer as contas para ganhar dinheiro com o risco alheio, arriscando o mínimo possível. Isto significa que a conclusão das seguradoras britânicas, muito mais do que qualquer estudo científico sobre a matéria, deve ser levada muito a sério pelos fumantes. O relatório preparado pelas companhias, que contém dados de todas as pessoas com seguro de vida na Inglaterra, constatou que uma geração inteira de tabagistas pesados – com idade entre 50 e 60 anos – está pagando o preço por toda uma vida de convivência com o tabaco.

100% letal

O documento elaborado pelas seguradoras, com o propósito de orientar seus negócios, aponta que fumantes do sexo masculino tiveram o nível de mortalidade 100% mais alto em relação aos não-fumantes. Para mulheres, a diferença na mortalidade foi 117% maior.

Fumaça

E este quadro pode ser ainda pior. As companhias de seguro admitem que as taxas de mortalidade podem estar subestimadas, tendo em vista que muitas pessoas preferem omitir a informação de que são fumantes, ao preencherem os formulários para fazer um seguro de vida.

Aquele abraço

Sexta-feira, às 8 horas da manhã, a Praça do Ferreira será palco da concentração “Abraçando o Coração da Cidade”, que reunirá diversas entidades e pessoas vinculadas ao trabalho com os idosos. A mobilização faz parte de uma rede em todo o Brasil, sob orientação do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome e das secretarias da Assistência Social nos Estados.

Arrocho

Fim do mês chegando, cresce a preocupação da população com a greve dos bancários que, se persistir do jeito que está, vai deixar muita gente sem receber o salário, aposentadoria e outros ganhos que garantem o pagamento dos compromissos, dívidas e da sobrevivência do cidadão e de sua família. A greve completa 14 dias hoje e atinge 24 Estados.

Vítimas

A direção da Caixa Econômica demonstra apreensão com o pagamento da Bolsa-Família, que se iniciou anteontem em meio à greve, além dos demais serviços prestados pela instituição, como o pagamento do seguro-desemprego e do FGTS. O Banco do Brasil, por sua vez, adverte que a paralisação vai atrasar o pagamento dos inativos, feito a partir do dia 1º de outubro.

Sobrevivência

Especialistas de 33 países participam, de hoje até sexta-feira, em Fortaleza, do Seminário de Cooperação Científica e Tecnológica América do Sul-Países Árabes sobre Semi-Árido e Manejo de Recursos Hídricos. O objetivo é estabelecer uma troca de experiências de convívio com o Semi-Árido e de gestão dos recursos hídricos, a fim de melhorar a qualidade de vida das populações que vivem nessas áreas.

Anarquismo

Vaias e desrespeito às regras estabelecidas transformaram o debate organizado por entidades que congregam servidores, professores e estudantes da UFC, em verdadeira baderna. Os candidatos a prefeito de Fortaleza, convidados para o debate, na manhã de ontem, foram desrespeitados. Sobrou vaia para todo mundo.

Moleza

Levantamento do TSE indica que em 91 dos 5.562 municípios brasileiros apenas um candidato disputa a eleição para prefeito. Ou seja, o candidato irá disputar com os votos brancos e nulos. Para ser eleito prefeito, ele precisará obter pelo menos metade mais um dos votos do eleitorado do Município. No Ceará, apenas um Município tem candidato único.

Além disso…

ELEITOR CONSCIENTE – Mais da metade dos entrevistados pela pesquisa CNT/Sensus – 64,2% – afirmaram que os candidatos que estão sendo processados não deveriam se candidatar. A pesquisa constatou também que 42,1% dos entrevistados consideram o critério da boa administração na hora de escolher o candidato.

EXIGENTE – Foi constatado também que 59,4% dos entrevistados não mudam seu voto por causa dos resultados das pesquisas eleitorais, contra 25,4% que responderam que podem alterar. Os índices mostram que, além de mais consciente, o eleitor está mais exigente.
Fonte: Diário do Nordeste