Dois tailandeses são executados por tráfico na Indonésia

Jacarta, 29 set (EFE).- Dois cidadãos tailandeses foram executados hoje, quarta-feira, na Indonésia por um pelotão de fuzilamento depois de capturados com 12,9 quilos de heroína em seu poder, segundo informa a agência estatal “Antara”.

Saelow Praseart, de 58 anos, e Namsong Sirilak, de 32, foram fusilados em Medan, na ilha de Sumatra, em presença do chefe provincial da polícia, o general Iwan Panjiwinata.

Ambos foram detidos em janeiro de 1994 no aeroporto de Medan quando tentavam introduzir a droga desde a Tailândia em companhia do cidadão indiano Ayodya Prasad Chaubey, executado em cinco de agosto.

Os três foram condenados à morte em 1996 e em 2004 a presidenta indonésia, Megawati Sukarnoputri, negou seus pedidos de clemência.

Chaubey foi o primeiro executado na Indonésia desde 2001, apesar da pressão exercida pela União Européia e a Anistia Internacional, que denunciaram irregularidades no processo.

A maioria das 65 pessoas que esperam no corredor da morte foram sentenciadas à pena capital por tráfico de drogas.
Fonte: UOL