Traficantes podem levar RJ a um banho de sangue

A guerra entre quadrilhas de traficantes de duas favelas cariocas pode levar a um “banho de sangue”, caso as autoridades não tomem medidas urgentes, alertou ontem a Anistia Internacional.

A advertência foi feita um dia depois de o chefe da PM do Estado do Rio, coronel Hudson de Aguiar, anunciar a troca de oito comandantes da corporação. A medida foi tomada em meio ao recrudescimento da violência nas favelas, arrastões e tiroteios na zona sul e assaltos contra turistas em Ipanema.
Fonte: Correio do Estado