Polícia estoura laboratório de refino de drogas no ABC

A polícia localizou em São Bernardo do Campo (Grande SP), no final da noite desta terça-feira, um laboratório de refino de cocaína e crack. Três pessoas foram presas. O laboratório funcionava em uma casa de alto padrão, na Rua Telma, no bairro de Jordanópolis, próximo à Rodovia Anchieta.

Policiais da Força Tática do 6.º Batalhão receberam, pelo Disque-Denúncia, a informação de que no local funcionaria um cativeiro ou uma boca de tráfico. Ao chegar à residência, os PMs detiveram uma pessoa. José Aderivan Gomes de Oliveira, de 27 anos, estava preparando cerca de 15 kg de crack para ser comercializado. No local havia balança, bicabornato de sódio, fogão, prensa, sacos plásticos e fitas adesivas, material usado no refino e embalagem da droga.

Em meio à ocorrência, o telefone celular do traficante tocou e os policiais atenderam, recebendo uma oferta de suborno. O interlocutor ofereceu R$ 10 mil pela liberação de Oliveira e da droga e material apreendidos. Fingindo aceitar a proposta, os policiais marcaram encontro em uma lanchonete que fica próxima da boca de tráfico. Ao apresentarem o dinheiro, Fábio Caetano Pereira, de 18 anos, e seu comparsa, um adolescente, de 16, receberam voz de prisão e não reagiram.

Também foram apreendidos um fusca, utilizado pela dupla, e um Vectra, estacionado na garagem da casa, alugada pelo bando havia dois meses. Eles foram levados ao 2.º Distrito Policial de São Bernardo do Campo, onde os maiores foram autuados em flagrante. A Polícia acredita que a droga vinha do Mato Grosso do Sul para ser distribuída nos municípios do ABC e na zona leste de São Paulo.
Fonte: BOL