Britãnicos querem proibição de fumo nacional, diz pesquisa

LONDRES (Reuters) – Quase sete em cada 10 britãnicos desejam a proibição do fumo em restaurantes, pubs e escritórios, segundo uma pesquisa publicada na terça-feira.

Sessenta e seis por cento dos entrevistados pela ICM, a pedido do jornal Guardian, disseram que apoiariam uma proibição nacional ao fumo em todos os locais públicos fechados.

Além disso, 61 por cento dos entrevistados afirmaram que o governo tinha razão ao regulamentar, “para o benefí­cio dos outros”, os hábitos de beber, fumar e jogar. Trinta e cinco por cento disseram se opor a tal interferência do governo.

Em março, a Irlanda tornou-se o primeiro paí­s a banir o fumo em restaurantes e pubs. Desde então, várias nações, incluindo a Noruega e Malta, institui­ram proibições similares.

A pesquisa da ICM também mostrou que 57 por cento das pessoas apoiam os planos do governo de permitir horários mais flexi­veis a pubs e clubes noturnos.

Quanto ao jogo, a pesquisa descobriu que mais de metade dos pesquisados (53 por cento) não apoia os planos do governo de permitir a criação de cassinos ao estilo de Las Vegas no paí­s. Há cerca de 300 mil viciados em jogo na Grã-Bretanha.

A ICM fez a pesquisa por telefone, entrevistando 1.001 adultos em todo o paí­s, entre 22 e 24 de outubro.
Fonte: MSN