Holanda admite posição dominante em produção de drogas sintéticas

A polícia holandesa admitiu hoje que o país tem uma posição dominante na produção de drogas sintéticas e um importante papel com relação ao trânsito e a distribuição de heroína, cocaína e cannabis.

Segundo o estudo da polícia, enviado hoje ao parlamento pelo ministro da Justiça, Piet Hein Donner, a Holanda fornece ecstasy a um terço do mercado mundial e tem um papel importante no trânsito e a distribuição de heroína, cocaína e cannabis na Europa do Leste.

“O relatório confirma a imagem que muitas organizações internacionais têm de nosso país a respeito das drogas”, disse Donner em comunicado. “O estudo ressalta a necessidade de melhorar as informações no âmbito da criminalidade que está relacionada com as drogas”.

A pesquisa, que se baseia em estimativas, indicadores e hipóteses, foi realizada com a finalidade de conseguir uma idéia mais clara do papel que tem a Holanda no mercado internacional de drogas e para obter uma imagem coerente dos delitos por drogas.
Fonte: JB On-Line