fbpx

Rapaz queria comprar droga

O jovem Edirani Thomé Laranjeira disse aos policiais plantonistas da Delegacia que é usuário de maconha e praticou o assalto para sustentar o vício. Morador no bairro Pedra 90, ele se encontrou com Roberto e mostrou um revólver na cintura. Os dois combinaram fazer um assalto no centro de Cuiabá. A dupla, então, embarcou num ônibus em direção a praça Bispo Dom José, mas parou na avenida Fernando Corrêa, nas proximidades da Trescinco Veículos.

Lá, ele foi até um terreno próximo e fumou maconha – o cúmplice, Roberto dos Santos Lima, disse que o aguardou na avenida. Como acabou a droga, Edirani convidou o cúmplice para assaltar ali mesmo e Roberto aceitou.

Eles caminharam e depararam com o Fusca com dois ocupantes. Os rapazes não tiveram dificuldades em render as vítimas e embarcaram o carro. A idéia deles seria abandonar os dois comerciantes, ficar com Fusca e se deslocar até uma boca-de-fumo. Com o dinheiro, poderiam comprar mais maconha.

Edirani disse ainda aos policiais que responde a três inquéritos, todos por roubo praticados em Cuiabá. Ele não explicou onde comprou o revólver. Roberto disse que não tem antecedente.
Fonte: Diário de Cuiabá