Garoto furta escola para comprar droga e é detido

As marcas de um tênis na terra – dentro do Centro de Educação Infantil (CEI) Maria Ondina Soares Vial Brunetto, na rua Arlinda Almeida Santos, Jardim Itanguá 2 – ajudaram guardas municipais a identificar o autor do furto de um videocassete e um telefone. Ao ser detido, minutos depois, o adolescente de 15 anos falou que furtou os aparelhos para vender e depois comprar maconha. O vídeo e o telefone porém não foram encontrados.

Os guardas municipais Cecato, Vaz e Fábio foram chamados porque o alarme do CEI havia sido acionado, por volta das 00h45 de ontem. Eles entraram e viram as portas da diretoria e do bercário arrombadas. Tudo dentro estava revirado. Também havia fezes no chão. Perto do bercário há um trecho de terra e os GMs notaram pegadas recentes, de tênis. O adolescente foi localizado então em frente do CEI, com os tênis sujos de terra.

O GMs compararam as marcas na terra com o calçado do adolescente e confirmaram: eram as mesmas e portanto seria ele quem tinha praticado o furto. O menor admitiu e disse que escondeu os aparelhos num terreno próximo da escola, mas não foram achados no local indicado. Disse ainda que é viciado em maconha e venderia o videocassete e o telefone para comprar a droga.

Monitor e fax

Outro adolescente de 16 anos foi detido por policiais militares na Vila Sônia após furtar um monitor de computador e um aparelho de fax, às 3h de terça-feira. Ele invadiu o escritório de um advogado e um consultório dentário na rua Duque Estrada.

Equipe do sargento Acácio viu o menor caminhando pela rua Paes Linhares com o monitor e o fax numa caixa de papelão. Ele disse que praticou o furto com um colega. Ambos os adolescentes foram liberados ao responsável com o compromisso de serem apresentados à Justiça quando chamados.
Fonte: Cruzeiro do Sul