Pesquisa revela que 60% dos internos do Pomeri são viciados em algum tipo de droga

Os adolescentes internado no Complexo do Pomeri cumprem pena de no mínimo três meses e no máximo três anos.

Segundo dados do Pomeri, o adolescente fica no mínimo seis meses na instituição, e a maioria é reincidente.

Uma pesquisa realizada pelo órgão apontou que 59% dos adolescentes internos são viciados em maconha, 15% em cocaína, 23% pasta básica, 8% em cola e 2% crack, sendo que 73% são viciados em cigarro.
Fonte: Diário de Cuiabá