Polícia prende peruano com 3,7 quilos de pasta à base de cocaína

No início da manhã de terça-feira (23), a Polícia Civil prendeu em Assis Brasil, 3,7 kg de pasta base de cocaína. A droga estava em poder de Carlos Torres Palácios, 32, residente em Lima capital peruana.

De acordo com o delegado Cleylton Videira, responsável pela delegacia geral de Brasiléia, o traficante vinha sendo monitorado pela polícia brasileira desde que havia chegado no município. “Ele voltou a Iñapari, no Peru e pretendia retornar para Brasiléia conduzindo a droga que tinha ido buscar”.

A polícia acredita que o peruano esteve em Brasiléia provavelmente a procura de mercado para a droga. Quando conseguiu negociar foi buscar o entorpecente em Assis Brasil, porém, teve os passos vigiados pelo agente da Polícia Civil Eduardo Padilha, chefe do posto policial local da cidade.

Segundo Videira, quando Carlos Torres Palácios cruzou para o lado brasileiro com a droga e a escondeu dentro de um bananal. Depois foi a um ponto de táxi contratar os serviços de um taxista para conduzi-lo até Brasiléia, ocasião em que foi surpreendido pela polícia.

O traficante e a droga foram levados para Brasiléia. Por telefone o delegado Cleylton, disse acreditar na hipótese de a droga ser destinada para fora do Estado ou para outro país. Os quase quatro quilos de entorpecente, estavam acondicionados em caixas de madeira de fino acabamento, revestidas com breu.

Carlos Torres, nega a propriedade da droga. Afirmou em depoimento que o produto pertencia a uma pessoa no Peru que teria contratado seus serviços para transportá-la até Brasiléia onde um desconhecido faria o recebimento.
Fonte: Gazeta Acre