Guerra do tráfico mata mais dois na fronteira

As autoridades do Paraguai temem que possa estar se iniciando uma nova guerra entre grupos pela liderança do tráfico de drogas na fronteira. No final de semana dois homens foram executados com tiros de escopeta e de pistolas automáticas, calibre 9 milímetros na cidade de Capitán Bado, fronteira seca com Coronel Sapucaia. Um dos homens executados era de nacionalidade brasileira. Não há pistas dos autores.

Segundo informações da Polícia Nacional, sábado passado, o brasileiro Herculano Segovia, 45 anos, e o paraguaio Francisco Baez, 41 anos, foram metralhados. Eles foram executados com vários tiros de pistolas automáticas 9 milímetros e de escopeta calibre 12 milímetros. Os dois foram alvos de um grupo fortemente armado que a polícia paraguaia ainda não conseguiu descobrir.
Fonte: Correio do Estado