PE terá esquema para atender alcoolistas no Carnaval

Agência Nordeste

RECIFE ? A Secretaria Estadual de Saúde e a Prefeitura do Recife firmaram uma parceria para um trabalho em conjunto no atendimento de alcoolistas durante o carnaval. Geralmente, neste período, cresce significativamente o consumo de álcool e drogas associadas. O objetivo é o direcionamento dos casos simples para unidades de desintoxicação e dos casos complexos, onde estão presentes outras patologias associadas ao álcool, para as grandes emergências traumatológicas, neurológicas e cardíacas. Também serão convidadas a integrarem esta parceria, as prefeituras de Olinda e de Paulista.

O trabalho será coordenado pela Central de Regulação Médica, que direcionará os pacientes alcoolizados para os centros de atendimento especializados. O serviço atenderá toda a demanda espontânea, bem como, os resgates efetuados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

De acordo com o “I Levantamento Domiciliar Nacional Sobre o Uso de Drogas Psicotrópicas” feito pelo Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (Cebrid) a Região Nordeste é a que detém a maior prevalência de dependentes químicos de álcool no país. No Nordeste, 16,9% da população é dependente química de álcool, sendo que na faixa etária entre 25 e 34 anos, do sexo masculino, o índice sobe para 34,7%.

O levantamento também conclui que o álcool já foi utilizado pelo menos uma vez na vida por 69% da população brasileira. O índice chega a 77% entre os homens e é de 60% entre as mulheres. Cerca de 11% dos entrevistados referiram ter apresentado dependência de álcool em algum momento de suas vidas.

Unidades de referência para álcool e drogas em Pernambuco são: Hospital Otávio de Freitas, Centro Eulâmpio Cordeiro e o Hospital Agamenon Magalhães.

* Com informações da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco