Homem mata o irmão para que reencarne sem vício

Um homem foi detido no Camboja depois de matar e incinerar posteriormente seu irmão com a esperança de que em sua nova reencarnação, de acordo com as crenças budistas, possa nascer livre de seu vício em drogas, informaram fontes policiais nesta quinta-feira.

Sann Sok, 37 anos, admitiu que atirou em seu irmão mais novo Sann Chea com um fuzil AK-47, na província de Kampong Speu, 40 quilômetros ao sul de Phnom Penh, depois de decidir que ele não podia curar-se de sua dependência em meta anfetamina.

“O matou com pena, depois recolheu os restos de seu irmão, os incinerou e espalhou suas cinzas, de acordo com o ritual budista”, declarou Chea Vuth, subchefe da polícia de Kampong Speu.

O policial acrescentou que, “quando o detivemos, o pai chorou e rogou que não o fizéssemos, mas embora o homicida quisesse ajudar sua família, a lei não permite matar. Recomendamos que procurassem um bom advogado”.

EFE