Cuba condena 13 pessoas por narcotráfico

Treze cidadãos envolvidos em um caso de narcotráfico foram condenados a penas que oscilam entre seis e 25 anos de prisão pelo Tribunal Provincial de Holguín, na região oriental de Cuba, informou neste sábado uma emissora de rádio local.
Os processados, a maioria dos quais tinham antecedentes penais, faziam parte de uma rede de traficantes, que assumiram suas responsabilidades, depois de ficar demonstrado o grau de participação de cada um nos fatos.

A emissora também afirmou que no julgamento foi demonstrada a luta de Cuba contra o narcotráfico.

No início desta semana, o chefe da Direção Nacional Antidrogas do Ministério do Interior da ilha, o general Jesús Becerra, afirmou que Cuba “sempre manteve uma férrea vontade política na luta contra o narcotráfico”, na inauguração de um curso internacional antidrogas em Havana.

As autoridades cubanas se expropriaram no ano passado de mais de três toneladas de drogas e prenderam pelo menos 18 estrangeiros em distintas operações para combater o narcotráfico, segundo relatórios oficiais publicados recentemente.

Fonte: EFE