Oscar será palco de campanha antifumo

Além de ver as celebridades passando pelo tapete vermelho na chegada para a cerimônia de entrega do Oscar, na noite de domingo, os telespectadores do mundo todo poderão observar dois outdoors móveis que criticam Hollywood. “O mundo todo está assistindo. Deixe o fumo de fora de filmes liberados para jovens”, dizem os cartazes, que mostra o rosto de uma criança.
A agência de saúde pública do Condado de Los Angeles pagou para ter três outdoors móveis com mensagens que pedem aos produtores de cinema que deixem o fumo de fora dos filmes. Os painéis vão ficar expostos próximos à entrada do Teatro Kodak, onde acontece a 77.ª cerimônia de entrega dos Academy Awards.

Um estudo da Escola de Medicina Dartmouth Medical mostrou que crianças que assistem a filmes em que os atores fumam muito têm maior tendência a começarem a fumar que aquelas expostas a filmes que mostram menos cenas com cigarro.

Jonathan Fielding, diretor de saúde pública do Condado, espera que a campanha convença a indústria do cinema a dar mais atenção ao fumo entre os jovens, como tem feito com outras questões de saúde, como a aids. “Há uma oportunidade real para a indústria fazer a diferença nesta terrível epidemia do fumo entre os jovens”, ele disse.

Além dos cartazes com mensagens antifumo, um grupo conservador comprou um espaço publicitário perto do Teatro em que ataca a esquerda política de Hollywood. Ao lado de um sorridente presidente Bush, o cartaz traz a frase “Mais 4 anos. Obrigado Hollywood!” e “Ainda presidente. Obrigado Hollywood!”. Os painéis, que são bancados por um grupo chamado Citizens United (cidadãos unidos), também trazem fotos de Michael Moore, George Clooney, Barbra Streisand, Martin Sheen, Whoopi Godberg, Sean Penn, Ben Affleck e Chevy Chase, figuras do mundo do cinema que lutaram contra a reeleição de Bush.

A missão do Citizens United, de acordo com seu site, é “confirmar os valores tradicionais americanos de governo limitado, liberdade, famílias fortes e soberania nacional e segurança”.
Fonte: NoOlhar