Dependência Química na Adolescência

Dirigido aos planejadores de políticas de saúde e aos profissionais que atuam junto dos adolescentes e seus familiares, o livro “Dependência Química na Adolescência: tratar a dependência de substâncias no Brasil” é uma obra inovadora que nasceu de uma experiência concreta: “Um livro indispensável para quem pensa sobre dependência química e para quem efetivamente trabalha na ponta, com os casos mais graves. Sem dúvida, é tão útil para o clínico quanto para aqueles que propõem as políticas públicas”, nas palavras de Cláudio Jerônimo da Silva e Ronaldo Laranjeira Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Já Michel Miss, coordenador do Núcleo de Estudos da Cidadania, Conflito e Violência Urbana da UFRJ afirma o seguinte: “Este livro de Hélcio Mattos não é um livro de filosofia nem de sociologia das drogas, nem mesmo uma narrativa literária sobre os paraísos artificiais. Sua importância reside no fato de que nasce de uma extraordinária e generosa experiência clínica com pacientes que buscaram ajuda por quererem livrar-se de seu apego a drogas”.

O livro organizado pelo professor e doutor em Psiquiatria Hélcio Fernandes Mattos traz à tona um tema delicado e complexo, mas que por suas mãos é tratado com objetividade, clareza e abrangência – a recuperação em dependência química. Resultado de um trabalho de seis anos do Centro Regional de Atendimento ao Adolescente da Universidade Federal Fluminense (Criaa-UFF), a publicação reúne um estudo de caso, descrições e avaliações do método e artigos correlacionados. Seu conteúdo aborda problemas que são enfrentados na composição dos serviços de atendimentos a adolescentes dependentes químicos como: escolha do método; gestão e amplitude política; capacitação e formação de equipe; infra-estrutura; apoio social, compromisso local e parcerias na comunidade.

Publicado recentemente, pela editora Companhia de Freud, o livro que tem como capa La Buveuse d`asinthe, de Picasso, em laminação fosca apresenta outro diferencial: seu miolo é feito em “polen bold”, com coloração adequada para não cansar a vista do leitor. A obra que além de tudo nos faz refletir sobre “Quanto representa o fato de alguns adolescentes deixarem a carreira da criminalidade? Por menores que sejam os números de mortes evitadas, poderíamos atribuir um preço aos prejuízos sociais e comparar com os custos do tratamento?” está a venda por R$ 38,00 no site http://www.1criaa.com .

Prof. Dr. Hélcio Fernandes Mattos é médico psiquiatra, mestre em psiquiatria – UFRJ, especialista em dependência química – Uniad-Unifesp, doutor em Psicanálise – Université Paris VII, Denis Diderot, diretor do Instituto de Saúde da Comunidade – UFF.

“Uma outra razão faz com que esse livro cumpra um papel importante na discussão de uma alternativa de atendimento à dependência química: a desconstrução da prevenção como conceito saturado e sua atualização como oferecimento de” oportunidades transformadoras aos adolescentes e apoio para que enfrentem as dificuldades pessoais na constituição do seu destino “!”.

Vera Malaguti Batista professora e doutora em Saúde Coletiva IMS/UERJ, Coordenadora de Ciências Penais do Mestrado em Direito da UCAM, Secretária-Geral do Instituto Carioca de Criminologia

Outras informações: Mabel Antunes – (21) 9937-3885 / NUCS – Universidade Federal Fluminense – (21)2629-5265/5240. e-mail:mabeluiza@yahoo.com.br ou no site www.1criaa.com

Fonte: Olhar Direto