Projeto forma atletas e cidadãos

Formar o atleta e, paralelamente, trabalhar a formação do jovem através de orientação escolar de forma que o mesmo saia da ociosidade e dos caminhos das drogas e marginalização. Este é o principal objetivo do Projeto de Formação de Atleta e Socialização desenvolvido no Município de Acarape. O programa atente a 100 crianças de 10 a 18 anos da rede pública de ensino.

É pela segunda vez que o Município investe no programa. A primeira, foi em 1997 e teve duração até o ano 2000. Na época, conta o professor Israel Oliveira, coordenador técnico do programa, o trabalho surtiu excelente resultado. “Conseguimos formar atletas e cidadãos, além do mais, o rendimento escolar dos participantes era muito bom”, diz, ressaltando que o projeto foi desativado e agora, há um trabalho de resgate, tanto do projeto, como destes ex-participantes.

Conforme o professor, com a desativação do programa muitos estudantes voltaram para a ociosidade, alguns deles entraram para o alcoolismo. “Tudo porque houve uma quebra drástica no trabalho e estes jovens ficaram desnorteados”, observa Israel Oliveira, revelando que, agora, seu maior desafio é reconquistar a confiança desses estudantes e oferecer novas oportunidades.

O participante do projeto recebe um kit com material esportivo, além de aulas técnicas de futebol, orientação das disciplinas escolares e aulas de cidadania. Em contrapartida, os estudantes devem estar matriculados e frequentando diariamente a escola.

Nesta nova edição do programa, a novidade é que portadores de alguma deficiência poderão participar. Isto porque o programa prevê atenção especial para crianças especiais. “Estamos preparados para atender a este tipo de estudante, através de um programa especial”, disse Israel Oliveira.

Fonte: Diário do Nordeste