fbpx

PM faz operação atrás de armas e drogas

A Polícia Militar realizou anteontem em toda a cidade uma megaoperação em busca de armas, drogas e pessoas foragidas da justiça. Os policiais abordaram e revistaram 990 pessoas e revistaram 578 veículos.
Foram apreendidos 18 documentos de veículos por irregularidades, sobretudo na documentação, além da elaboração de 64 autos de infração. Foram recolhidos 26 veículos.

A operação durou seis horas e também foi estendida para as 25 cidades abrangidas pelo 9º Batalhão. Um foragido da Justiça foi recapturado.

A blitz mobilizou equipes da Força Tática, canil, cavalaria e um helicóptero que veio de Bauru. A PM não divulgou o efetivo envolvido.

Policiais das quatro companhias da cidade participaram. O comandante do batalhão, Major Marco Antonio Alves Miguel, acompanhou os trabalho nas ruas e através e abordo do helicóptero da PM.

O tenente Alfredo Inácio de Godoy, comandante interino da Força Tática, disse que esse tipo de operação acontece periodicamente, mas o helicóptero é uma novidade e que agora está à disposição do Batalhão.

“O helicóptero é uma ferramenta importante no caso de haver alguma perseguição, principalmente em locais de difícil acesso, como os itambés”, afirmou. Também mencionou o efeito psicológico que a presença do helicóptero provoca.

Além de bloqueios, equipes de policiais se dirigiram até locais onde poderiam estar pessoas envolvidas em crimes ou foragidos da Justiça.

Segundo o tenente, operações desse tipo também colocam a população em contato com a polícia, o que permite a troca de informações sobre problemas na área de segurança.

Fonte: Diário de Marília